Diário do Mundial II

Diário do Mundial, 2ª edição.

Mundial sem exibição pública, e daí talvez não
A Sporttv avisou os seu clientes comerciais que não poderão transmitir os jogos nos seus establecimentos, mas como o número de clientes ameaçou baixar o nível ainda mais que Thierry "Je ne suis pas une femme" Henry após a final da CL, afinal de contas o que é proíbido é a exibição de jogos em espaço aberto (leia-se, praças e afins). A segunda fase do plano de emergência vai implicar que é permitido desde que a praça não albergue mais que 4000 pessoas.

Jogadores dão o exemplo
Petit e Nuno Gomes decidiram dar o exemplo do que a nação deve fazer, e exibiram alegremente alguns dos DVDs "made in Vandoma" que irão levar para estágio. A PJ já mostrou interesse em processar judicialmente os jogadores, enquanto Quaresma, limitou-se a comentar "Depois sou eu e o meu primo".

Petit com amnésia
O médio do Benfica e lenhador em tempos livres afirmou que "Há jogadores que se calhar dão mais porrada do que eu, mas de que não se fala tanto.", e ainda mais, relembrou que não viu qualquer amarelo há quatro anos. Gostava era que tivesse relembrado de quantas bolas recuperou contra os Estados Unidos e quantos passes fez que não fossem para trás contra a Coreia. Mas isso seria embaraçoso. A concluir afirmou não se importo de ser suplente "se Portugal for campeão do Mundo", o que até parece ser uma das condições para isso acontecer.

Ronaldinho com duvidas
Recém chegado da final da Champions League contra o Arsenaux Cattenaciatore, sobre a questão de ser o melhor do mundo, Ronaldinho afirma que "Não creio. Sou um jogador de bom nível e estou feliz pela forma como venho jogando, mas sei que ainda posso melhorar muito". Claramente transtornado por não ter conseguido passar por Ricardo Rocha e não ter metido uma para a proverbial caixa durante a final, Ronaldinho concluiu "blib blob blab drep droop blib".
Pode não ser o melhor do planeta dele, mas deste é de certeza.

O MIP sugere…
… que alguem envie um TVRip (em DVD) do Portugal-States do Mundial 2002 ao Petit.

Ultima hora!!!
Após as declarações de Petit em como não apanhou um amarelo, um pequeno trabalho de jornalismo investigativo provou que a memória e o talento dele acompanham o sugerido pelo nome. A tentar investigar o número de recuperações de bola contra os Estados Unidos, a verdade é que a FIFA discorda da contagem de amarelos deste jogador. Ou havia outro Petit em campo? Ou era como o Super-Saiyan Petit não conta? Restantes teorias podem ser afixadas nos comentários. 


Actualizado mais cedo porque a do Petit era demasiado boa para ser perdida. Próxima actualização Sexta, a não ser que mais alguem diga coisas interessantes

Posted Terça-feira, 23 Maio 2006 by Silva in Diários do Mundial

%d bloggers like this: