Diário do Mundial XII

Jogo 9 – Austrália 3 – 1 Japão
O regresso da Austrália não podia ter corrido melhor, com uma vitória frente a uma equipa Japonesa com pilhas para 75 minutos, e reservas para mais cinco. Num jogo equilibrado, com maior perigo junto da baliza Japonesa, foi um saída em falso de Schwarzer, ainda desviado com a subtileza de uma locomotiva por Nakata e Takahara, a dar a vantagem Nipónica que se manteve até aos 84 minutos, quando Cahill aproveita uma bola perdida na área após outra saída em falso, desta vez de Kawaguchi e empata a partida, bisando a cinco minutos depois, e com Aloisi a fechar a partida nos descontos.

Golos:
26' Nakamura 0-1 – Nakamura cruza, Schwarzer sai da baliza de olhos postos na bola, Nakata e Takahara colocam-se no caminho, e a bola passa pelo guarda redes e entra na baliza.
84' Cahill 1-1 – Lançamento no lado esquerdo do ataque Australiano, Kawaguchi tenta fazer uma saída Kamikaze, a bola sobra para o coração da àrea e Cahill é o primeiro a rematar no meio da confusão.
89' Cahill 2-1 – Aloisi recebe a bola e serve Cahill que executa um remate indefensável que ainda bate no poste antes de entrar
92' Aloisi 3-1 – Aloisi pega na bola a 10 metros da àrea, ilude o defesa e remata isolado sem hipoteses de defesa.

Jogo 10 – EUA 0 – 3 Rep. Checa
A estreia de um dos favoritos "por fora" traduziu-se numa exibição sem falhas, com Koller e Rosicky (com dois golos de belo efeito) a darem a vitória. Os Estados Unidos deram tanta resposta que a redacção em peso adormeceu pouco depois do segundo golo.
Golos
5' Koller 0-1 – Cruzamento na direita, Koller aparece como é costume e desvia de cabeça (a surpresa do lance) e marca o primeiro.
36' Rosicky 0-2 – Noutro candidato a golo do Mundial, o reforço do Arsenal remata de bastante longe, sem hipoteses para Keller.
76' Rosicky 0-3 – Nedved coloca em profundidade, Rosiscky isola-se e fecha a contagem com mais um "bis".

Jogo 11 – Italia 2 – 0 Essien+10
Após um decepcionante Euro 2004, a Itália apresentou-se com tanto de cara lavada como o Totti de cabelo curto. Sem precisar de colocar o pé no acelerador (tirando quando os Ganeses tentavam colocar o pé nas pernas deles), os Italianos mostraram controlar o jogo sem problemas e sem sustos, e a única surpresa foi a demora até chegar à vantagem, por Pirlo. Destaque para o melhor nome visto até agora em terras Germânicas: Pimpong.

Golos:
40' Pirlo 1-0 – Canto marcado curto por Totti, ninguem se dá ao trabalho de apertar Pirlo (porque, afinal de contas, ele nem sabe rematar nem nada) que se aproxima da área e remata certeiro ao segundo poste. Notável a prestação de Gilardino, que foi comer a relva para a bola passar por cima dele.
83' Iaquinta 2-0 – Após um passe desastroso do Gana no meio campo ofensivo, a bola vai para Kuffour que tenta fazer um atraso, mas sai estupidamente fraco e Iaquinta não teve dificuldades para contornar o guarda-redes e marcar o 0-2.

Golo do dia

 


Noutro candidato a golo do Mundial, o reforço do Arsenal remata de bastante longe, sem hipoteses para Keller.

Hiddink ataca àrbitro
Sobre o golo do Japão precedido por uma falta que até o miope na fila Z que estava a limpar os óculos viu, o antigo seleccionador da Coreia do Sul em 2002 foi directo: "No final fez-se justiça. Acho que o árbitro vai agradecer a Deus por este resultado. Foi falta clara sobre o guarda-redes", tendo concluído "Estas arbitragens são miseráveis. não tarda, ainda anulam golos de cruzamentos em que a bola não chega a sair, penalties escandalosos não assinalados e outras coisas do género".

M6 de fora da TVTel
O canal francês que tem transmitido os dois jogos da tarde em sinal aberto foi agora bloqueado na TVTel durante essas partidas. Agora, mesmo quem tivesse a box mas preferisse ver o jogo noutro sítio, sem atrasos de cinco segundos, comentadores para quem um jogador só é bom se estiver em Espanha ou Inglaterra e bimbalhada pseudo-patriótica aos intervalos não tem outro remédio senão apanhar a Sportv, e por isso, aqui fica um recado à administração do canal:

Jogos do Dia (13-6)
Jogo 12:
Coreia – Togo (14:00), (2-0)
Jogo 13:
França – Suiça (17:00), (1-0)
Jogo 14:
Brasil – Croácia (20:00), (3-1)

Posted Terça-feira, 13 Junho 2006 by Silva in Diários do Mundial

%d bloggers like this: