Diário do Mundial XXXIV

Zidane Melhor do Torneio
Zidane, o responsável por uma das maiores cabeçadas vistas em fases finais do campeonato do Mundo foi eleito o melhor jogador do torneio pela FIFA. Figo está arrependido de não ter acertado em cheio no peito de Van Bommel (embora ele estivesse ocupado com as mãos de Petit, esse franciú tarado). Ainda se desconhecendo o que fez o médio fazer reanimação cardio-pulmonar em Materazzi, a FIFA informou que fechou os votos ainda no final da primeira parte. Tal como Portugal venceu o de equipa mais espectacular, suspeita-se que as votações para este prémio fecharam antes do inicio da competição.

Mundial de 2010 em risco
Os diários do Mundial 2010 começam com esta notícia (e se calhar acabam, se já estiver a fazer tijolo por essa altura), que alguns dos estádios e infraestruturas na Àfrica do Sul podem não estar prontas para a competição. Sobre a oferta da Alemanha em ajudar a preparar a competição, Septic Bladder, o presidente da FIFA, já veio defender os seus engraxadores dizendo que “Não podemos ir com uma atitude missionária, de canzana é melhor. A África do Sul tem pessoal bem treinado, desde que não morram todos antes de 2010,  a nossa atitude deve ser retribuir tudo o que a África deu ao futebol, desde votos na minha pessoa nas eleições da FIFA até equipas que têm piada, mas são eliminadas antes de criar problemas às equipas grandes”.
A Austrália (interessante, não significasse jogos às 5 da manhã) e os Estados Unidos (interessante, não fosse tudo) são hipóteses prováveis, caso a África do Sul perca a organização.

o MIP esteve à procura dos estádios no Google Earth mas só encontrou buracos. A melhor aposta é que alguem os conseguiu roubar. Inteiros.

Os golos que faltavam
Aqui estão os golos que estavam a faltar:

 

 

 

 

 

Dito isto, o golo do mundial para a MIP vai ser eleito na próxima edição

Jogadores não querem impostos
Apesar de, para variar, ser após a competição, a questão sobre os impostos sobre os prémios voltou a entrar na agenda dos jogadores Portugueses. Madaíl considera que “As selecções nacionais têm obtido, na última década, relevantes resultados internacionais, que muito têm contribuído para a divulgação do prestígio do País no exterior, situação que é justificada pelo lugar que ocupa actualmente o futebol português a nível mundial“, o que supostamente é suficiente para esses rapazes mal pagos que alegadamente representaram Portugal em terras alemãs. No entanto, para variar, o Governo faz alguma coisa de jeito, e respondeu com um rotundo “NÃO”.

Caso a federação consiga os seus objectivos, a redacção de uma pessoa do MIP irá pedir um subsídio por entreter as cerca de 10 pessoas que lêem (ou liam) diáriamente os Diário do Mundial por cinco minutos.

 

Posted Terça-feira, 11 Julho 2006 by Silva in Diários do Mundial

%d bloggers like this: