Diário do Mundial XXXV

E aqui estamos, no encerramento oficial do mundial que agora acabou. Em vez de notícias, este post final irá servir para fazer o balanço da competição. E assim começamos.

GOLO DO MUNDIAL

Apesar de grande parte dos golos do mundial
terem sido remates de longe, nenhum foi mais vistoso
que o remate à Sensible Soccer do médio da Alemanha



os dois juntos e abraçados, tal como durante os
penalties. Porque não há gays na selecção Italiana.

 


com 10 golos em dois Mundiais, Klose já é dos
melhores da história do Mundial. Apesar de
apenas um não ter sido marcado na 1ª fase. E ser
o pior bota de ouro desde 1962

 


Apenas dois golos sofridos, numa equipa que
não jogava propriamente com cinco jogadores à
frente da área, mais uma grande defesa na final

 


Apesar de algum exagero da imprensa estrangeira, a
verdade é que Ronaldo passou mais tempo a comer
relva que a jogar à bola.

 

 


Esté prémio especial, fruto da azia de um jornalista Brasileiro em 1982, que comparou o facto de um lateral não subir com a história do macaquinho que não namorava a girafa por que tinha que subir para dar um beijo e descer para agarrar a mão e cansava-se com isso. Cafu e Roberto Carlos recuperam o espírito de 82, pena que o resto da equipa não tenha feito o mesmo pelo que…

 


Um prémio merecido pelo jogo aborrecido e pautado
pela, imagine-se, falta de fantasia. Alguem viu o
Ronaldinho em campo?

 


O Mundial é sempre uma boa altura para ver nomes
pouco convencionais. No entanto, um jogador com nome
de desporto não aparece todos os dias

 

 

Adeus, e até à próxima

 

Comentários sobre os prémio? Ficaram prémios por atribuir? Basta falar. Amanhã: Homenagem do MIP aos novos campeões do Mundo.

Posted Quinta-feira, 13 Julho 2006 by Silva in Diários do Mundial

%d bloggers like this: