433, XVI Edição, 15-11-06

Convocatória decente de Scolari; milhares de pessoas sem saber o que dizer
Num acontecimento mais raro que um alinhamento dos planetas, estrelas e do cosmos, o Sgt. Slaughter fez uma convocatória onde Tonel, Raul Meireles, Daniel Fernandes e Nélson se estreiam e Quaresma e Jorge Andrade regressam. Ao contrário do habitual, esta convocatória para o jogo frente ao Cazaquistão normal e equilibrada, onde as múmias paralíticas ficaram de fora. O que não dá para grandes piadas.

Pois.

É o que se arranja.

SBC bate Cazaquistão
A contar com uma coisa mais parecida com uma Selecção Nacional nos últimos anos, o Scolari Boys Club recebeu e derrotou a selecção Asiática por 3-0. O jogo começou practicamente com uma desmarcação de Deco para Simão que remata ao primeiro poste para grande surpresa do guardião Cazaque (não confundir com Casaca, antigo jogador do Boavista) que não consegue desviar a bola. Em seguida, Nuno Gomes perde um lance em que estava isolado e sozinho na grande área. Cristiano Ronaldo consegue esticar a vantagem com um belo remate de fora da área ainda na primeira parte, e ainda houve tempo para Nuno Gomes desperdiçar outra ocasião de golo flagrante. Duas vezes.

Chegado o intervalo, Scolari aguentou as substituições, mas o ritmo de jogo baixou até parecer um treino, até que Quaresma entrou para o aplauso de Ronaldo, e começou a agitar as àguas com três recuperações de bola que acabaram em lances de perigo para a baliza do esforçado Loryia . Carlos Martins entrou para o lugar de Deco, e Nuno Gomes começou a praticar tiro ao meco. E ao lado tambem. Em seguida, Tonel e Carlos “AI A MINHA SORTE” Martins atrapalham-se, tendo o defesa caído na área após rematar. Apesar de não ser grave, Scolari lá decide colocar Jorge Andrade em campo quando Postiga estava quase a entrar para o lugar de Nuno Gomes. Que volta a rematar al lado. O jogo terminou com Simão a aproveitar um desvio de Ricardo Carvalho para defesa incompleta, e a marcar o terceiro que fechou a contagem do dia. Nuno Gomes falhou a porta do balneário, tendo entrado no que fica ao lado.

 

Carvalhal em Aveiro; Jorge Costa em Braga
Após sair do seu estimado Braga, o presidente da laCAtoni seguiu rumo a Aveiro, para substituir Inácio, isto apesar de, segundo ele, não ter havido contactos. Deve ter ido parar lá por inspiração divina.

Em Braga, Jorge Costa foi anunciado como novo adjunto, muito provavelmente para impedir que João Pinto se volte a recusar a entrar em campo. De destacar o sempre oportuno choradinho a sul do Mondego que já acusa o jogador de estar a fazer serviço para o “sistema”. É obvio que Manuel “Eu nunca faria isso” Fernandes, Filipovic, Carlos Manuel ou Álvaro Magalhães nunca treinaram outras equipas na primeira divisão. Nem jogaram mansinho frente à mothership. No dia seguinte, Rogério Gonçalves saiu da Naval e preparou-se para rumar a Braga, já que Peseiro pedia demasiado, e o que pedia ia QUASE de encontro ao oferecido pelo Braga.

Madaíl 2018
Numa mostra de incrível tacto, o futuro candidato à FPF e da comissão técnica da UEFA mostrou-se interessado num candidatura Portuguesa à organização do Mundial de 2018, já que após o Euro 2004 “eles precisariam apenas de alguns melhoramentos”. Como aumentar a capacidade de Alvalade e Dragão para 50 mil, Guimarães e Braga para 40 mil e a remodelação de outros estádios, como o Restelo. Coisa pouca para um país que se diz estar à beira do abismo.

Laurentino Dias já disse que “o país tem hoje prioridades que aconselham a uma maior prudência quanto ao apoio público à realização de eventos internacionais em Portugal“, como quem diz “tough luck”.

Mas Madaíl, esse apreciador de elefantes brancos, continua a dizer que “temos condições par organizar o Mundial-2018” já que segundo ele, “Portugal tem dez estádios novos que, dentro de 10 ou 12 anos, tal como acontece agora com a África do Sul, só precisariam de receber algumas melhorias”. Pena que o Mundial só vá ser na África do Sul porque ou há um Mundial lá, ou o Blatter perde os votos todos.

Benfica é o clube com mais sócios

 

… e a bola não perdeu tempo para meter uma folga, de modo a ir festejar para as ruas o acontecimento. Pelo menos a capa assim sugere. Apesar de longe dos 300 mil, Vieira fez um grande anuncio onde disse que “houve demagogia” na interpretação desse discurso. Se calhar, a mesma demagogia que um certo presidente conhecido como “Orelhas” espalha quando o seu clube perde pontos por ter jogadores armados em gorila em cima do árbitro. Como o conceito de “sócio” não é comum ou consistente ao jogo da Europa, aqui ficam os cinco clubes com maior média de assistência na Europa…

1º BV 09 Borussia Dortmund 78.808
2º Real Madrid CF 70.990
3º FC Barcelona 69.727
4º Manchester United 67.646
5º AC Milan 61.334

… e o Benfica:

54º Benfica 26.865

A conclusão é que devem ser tantos que os torniquetes nem os conseguem contar. Ou então, talvez haja muita gente com mais que um kit, ou pais de familia que andam sempre sem falta de dinheiro (para pagar impostos, à imagem de algumas personagens do seu clube de coração), mas compraram kits para a mãe e a filha (que nem querem saber de futebol ) e para o filho (que até é do Sporting).

Mafra tomba gigantes (caídos)
O Mafra provocou a primeira surpresa da Taça ao eliminar o Guimarães por 2-1 após prolongamento, aumentando a crise na equipa minhota. Podia-se dizer mais… mas nem vale a pena.

Jesualdo renova…
… mas alguem já falou disto melhor do que eu.

Ele é emigrante, ele é um pintor, comissionista…
No fisco chamam-lhe Veigarista. O director de futebol do Benfica apresentou a sua demissão quando dois agentes de cobranças aliviaram diversos items do interior da sua vivenda em Cascais por dívidas relacionadas com a Superfute. O ex-dirigente veio a público, numa entrevista comovente (pelo menos ouvi gente a dizer que “até vieram as lágrimas aos olhos“) na TVI dizer que “Se não estivesse no Benfica isto não acontecia“, e que há uma conspiração para “afectar-me como dirigente do Benfica“, restando saber os números de sócio dos conspiradores (uma dica: podem estar acima de 110 mil). Veiga continuou a dizer que “Hoje o Benfica dá dez anos de avanço a qualquer outro“, referindo-se às bicicletas da secção de ciclismo em relação aos outros grandes.

Veiga terminou a conferência de imprensa a dizer “devia ter mandado o meu cãozinho de colo [ndr: Mantorras] falar do racismo só na quarta feira“.

Posted Quinta-feira, 16 Novembro 2006 by Silva in QuatroTrêsTrês

%d bloggers like this: