433, XXII Edição, 24-01-07

Feyenoord de fora das competições Europeias
Após décadas de hooliganismo, inclusive sendo um dos clubes na origem do fenomeno em terras continentais, o Feyenoord foi finalmente excluído das competições europeias, a semanas dos seus jogos contra o Tottenham (só por acaso, o outro clube que deu origem).

A Associação de Bombeiros de Zurique atribuiu o prémio de prevenção europeia contra fogos urbanos à UEFA após esta decisão.

Glen Johnson inova
Depois de bebedeiras, violações, abuso de substâncias controladas e agressões a estrangeiros, Glen Johnson descobriu uma nova forma de cometer um crime e ainda assim ser notícia. Como carjacking é perigoso porque nunca se sabe se o ocupante acabou de fazer o mesmo, o defesa emprestado pelo Chelsea ao Portsmouth decidiu roubar um tampo de sanita e um conjunto de torneiras, coisa que um futebolista com um salário na ordem dos 175 mil euros mensais muito dificilmente conseguiria suportar.

Já Lua-Lua, seu companheiro de equpa, é menos original, e foi detido por agressão doméstica. Coisa que os jogadore britânicos já fazem desde os anos 60.

Benfica cor de rosa
O departamento de marketing do clube das papoilas saltitantes foi o primeiro a anunciar os equipamentos para a próxima época, e de modo a “dar um novo impulso às vendas” vai decidir por uma camisola cor de rosa.

Como se fosse preciso dizer mais.

OK…

Prontos. Satisfeitos ?

Mourinho compra malas novas, Ferguson pastilhas Rennie
Após um final de 2006 e um início de 2007 bastante conturbados para os lados de Stamford Bridge, o primeiro jogo importante do Chelsea deste ano saldou-se numa derrota por 2-0 frente ao Liverpool, o clube contra quem Mourinho gosta mais de jogar em Inglaterra. Numa exibição completamente miserável, com o seu momento alto nesta jogada combinada entre Drogba e Ballack, o único preparado para o choque da derrota foi Petr Cech, que entrou já com um capacete para o que desse e viesse.

Se a derrota podia colocar o Manchester a um passo mais curto do título, os dez minutos finais no Emirates da Luz transformaram o sonho em pesadelo. CristianoRonaldo queixou-se de dores na cabeça no dia seguinte, mas não se sabe se foi pelo jogo, se foi atingido por um objecto voador arremessado pelo Ferguson ou a nova respectiva caiu de um escadote quando estavam frente a frente.

Mancini soma e segue
O Inter somou deu a volta a mais um resultado, enquanto a Roma empatava pela segunda vez consecutiva. Isto quer dizer duas coisas: a vantagem está agora em 11 pontos, e o Inter leva a 13ª vitória conscutiva.

Dos mesmo criadores do relógio do recorde do Eusébio, aqui fica um aviso para o caso do Mancini continuar a bater recordes.

… é que isto não pode ser natural. NÃO PODE.

Taça de Portugal sem surpresas
Após o enterranço colossal do Porto frente ao Atlético, os dois grandes restantes ultrapassaram com algumas dificuldades os seus adversários, indo o destaque de novo para o Atlético, desta vez por eliminar o Santa Clara. De resto, fica um apontamento aritmético sobre o Leiria…

Miccoli farto
O pequenino e muito redondinho Miccoli veio a público defender-se de algumas correntes de opinião sobre a sua forma: “Estou a fazer o meu trabalho para voltar ao meu peso ideal, que é apenas inco kilotoneladas a mais. Sobre a sua situação de jogar um a cada quatro jogos, Miccoli diz que “Se o Benfica não gosta, não está contente comigo, posso tranquilamente ir embora. Tenho contrato com a Juve, não tenho problemas em sair. Falei com a direcção e disse-lhes isso” mas “disseram-me que não podia sair, que era um jogador importante quanto mais não seja para vender kits“. A redacção do MIP acha que ele já viu os equipamentos rosados da próxima época. É que ser rosadinho é a única coisa que lhe falta para parecer um leitão.

Estreia no 433, na próxima semana…

Porque por vezes, tudo o que é preciso no futebol é psicologia. De choque. (PS: wallpaper on demand)

Posted Quarta-feira, 24 Janeiro 2007 by Silva in QuatroTrêsTrês

%d bloggers like this: