Ash – 1977

Pois é. Há quem diga que por dentro deste comunista-anarquista-niilista-miserabilista-que mais quiserem chamar vive alguém que no fundo fica feliz da vida por poder riscar mais um CD da sua lista de cds que pirateou incessantemente nos últimos 4 anos. Hoje, foi um desses dias. Mas o que pode ser melhor que riscar um CD da lista? Simples, riscar um que está marcado a verde (para quem não sabem, quer dizer os que até sou capaz de enfiar 15 euros nele) completamente à borla. O sortudo? Este belíssimo espécime do britpop (ou pelo menos, da música britânica a meio dos anos 90):

ash_cabeca.jpg

(infelizmente, o meu cabelo decidiu não se levantar muito, precisava de viagra. Aposto que quando precisar de ficar com o cabelo normal, vou parecer uma mistura de Jim Reid e Morrissey. I fool you not)

 

Descrito em alguns sítios como os resultados da juventude (1977 era a data de nascimento de dois dos três membros da banda, 1996 a saída, façam as contas), é um CD com uma energia do caraças em que qualquer uma das músicas não teria problemas em sair como single: desde a clássica Girl From Mars até à mais baladeira Lost In You.

Assim, a compra do Coming Up dos Suede e/ou do magnífico The Stone Roses fica para outra altura.

Posted Segunda-feira, 23 Julho 2007 by Silva in Compras, Musica

Tagged with

%d bloggers like this: