Santana, Mourinho e prioridades

Para os que passaram os últimos dias por baixo de uma rocha:

Por um lado, é óbvio que concordo com o que ele fez. Desde 2004 que nomes como “José Mourinho” e “Cristiano Ronaldo” passaram a abrir noticiários mesmo com non-news como chegar a Portugal. Depois é ver os telejornais com notícias “bombásticas” sobre o alheamento de parte da população sobre os problemas reais do país, quando de facto eles são os maiores responsáveis por isso acontecer.

Por outro, é engraçado que o Santana já não se lembre da forma como subiu ao poder: enquanto o país esperava a meia final do Euro 2004 frente à Holanda, lá foi ele para o poleiro por sucessão directa a alguém que arranjou um tacho num poleiro mais alto. Depois da desilusão e de toda a gente voltar “à real” viu-se o que aconteceu. Mas nessa altura a “cortina de fumo” até caiu bem, não foi, sr. ex-tudo o que já fez?

Já agora, quantas vezes é que ele começa uma coisa e não acaba? De facto, existe aqui um padrão…

Posted Sábado, 29 Setembro 2007 by Silva in Televisão

%d bloggers like this: