Can’t Stand Me Now


Can’t Stand Me Now – The Libertines (The Libertines, 2004)

Afinal de contas, ainda havia algum talento no Pete Doherty antes de se ter rendido ao açúcar Colombiano e ao caramelo Afegão. Na mesma onda de bandas Britânicas com vocalistas e guitarristas com relações… “interessantes” (Morrissey-Marr, Brown-Squire, Anderson -Butler, Gallagher-Gallagher, etc) apareceram na ressaca da explosão do indie nos anos 90 estes Libertines, muito apoiados na relação e química entre o Pete Doherty e o Carl Barât, como é possível ver no que é o sinal de uma banda prestes a desintegrar-se.

Podem não ser os génios que o NME dizia, ou serem melhores que os Strokes, mas de facto, até de vez em quando tinham umas músicas jeitosas. E abriram o caminho para bandas como os Franz Ferdinand ou os Arctic Monkeys.

Ó Pete, larga isso que só te faz mal.

Posted Sábado, 10 Novembro 2007 by Silva in Videoclip

Tagged with

%d bloggers like this: