Record Store Day


Como alguns dos que frequentam este tasco bem sabem, desde o meio de 2007 que sofro de uma doença que me impede de comprar CDs em estabelecimentos tipo FNAC e afins. Para todos os restantes que sofrem dessa doença é que existe esse dia: 19 de Abril – o dia da loja de discos.

A iniciativa (actualmente apenas americana, mas que se devia expandir para todo o globo), destina-se a proteger o futuro das lojas de discos independentes, que são muito mais que um espaço com discos, uma caixa registadora e a tocar o hit pop do momento (sim Katie, já sei que no MM meteram a rodar o Singles dos Suede :p), é um local onde se vai conhecer o que é a música, o que foi a música, e com sorte, o que vai ser a música, longe das pressões de vender o que está na moda.

O site conta com testemunhos de Bruce Springsteen, Nick Hornby (autor de High Fidelity, precisamente uma história em parte passada numa destas lojas), Chuck Berry, Damon Albarn (Blur, Gorillaz, The Good, The Bad And The Queen), Mark Gardener (Ride), Henry Rollins (Black Flag), KT Tunstall, Sam Fogarino (Interpol), Mike Patton (Faith No More), Tim Rice-Oxley (Keane), Peter Gabriel (Genesis), Ben Watt (Everything But The Girl), Regina Spektor, Wayne Coyne (The Flaming Lips), entre muitos outros, onde contam as suas histórias e pensamentos sobre este tipo de lojas, cada vez mais em risco de desaparecer.

Para celebrar esse dia, aqui ficam os cinco locais no Porto onde tratei das minhas compras nos últimos meses:

Por isso, quem puder que vá este Sábado fazer uma compra nestas lojas, ou caso não morem no Porto, na loja independente mais próxima. A Louie Louie (de onde tomei conhecimento da iniciativa através da newsletter) vai descontar 20% no preço de todos os items no próximo Sábado. Aproveitem!

Posted Quinta-feira, 17 Abril 2008 by Silva in Musica

%d bloggers like this: