Mas quem é que prende os maus?

Ultimamente, tenho visto mais TV do que o normal. É a (des)vantagem de agora ao fim da noite ir para o portátil na sala dar uma perninha no Rugby 08, e aproveitar as séries que passam às chamadas más horas nos canais normais e no cabo. Inicialmente, estava a pensar em escrever sobre algumas personagens verdadeiramente odiosas que alegadamente defendem o “lado do bem” nas séries, mas não só já tinha sido feito antes por um dos blogs “amigos” aqui do tasco, como reparei noutra coisa: afinal de contas, quem é que resolve os crimes?

É que se formos a ver a séries de “esquadra”, no final dos episódios os senhores da farda azul parecem sempre já ter tudo pronto para enviar os prevaricadores para trás das grades. No entanto, quando se passam para as séries “de laboratório”, são os senhores cientistas/sadicos/com um pau enfiado pelo traseiro (pela ordem cronológica dos CSI) . Por fim, chegamos às séries de advogados em que são os próprios advogados juniores que têm de fazer a investigação, porque a polícia foi completamente incapaz de fazer um caso decente. É certo que nem todas as séries são como o House, que partem do princípio que de facto, o Dr. Gregório Habitações apenas tem um caso por semana, mas como é possível tamanha diferença na eficácia entre departamentos? Tendo em conta que se até os advogados fresquinhos da universidade conseguem resolver qualquer crime, porque é que se perdem tempo com intermediários? Será porque a expressão “um advogado em cada esquina” é mais assustadora que “um Salazar em cada esquina” ?

Mesmo assim, ainda resta uma pergunta do artigo que tinha meio escrito: na Close To Home como é possível que os ricaços continuem a confiar num advogado que, em todos os episódios que vejo, acaba sempre por levar uma derrota humilhante às mãos do minstério público? Será que ele só tem azar nos casos que aparecem na série e é imbatível nos outros? Ou será que a série não tem ponta por onde se lhe pegue? Isso explicava porque só durou duas temporadas…

Posted Quinta-feira, 24 Julho 2008 by Silva in Televisão

%d bloggers like this: