E o álbum do ano é…

distortion_album_cover

Distortion
The Magnetic Fields

Num ano em que não havia um vencedor óbvio, uma escolha que não colhe sequer unanimidade entre os fãs da banda (bem antes pelo contrário), pode parecer algo bizarra, mas, tal como disse  seu tempo, foi o meu “primeiro amor” de 2008, e como já se sabe, não há um como o primeiro. Poderá ter os seus defeitos – principalmente para quem está habituado a outras sonoridades vindas de Stephen Merritt, mas enquanto álbum é um trabalho sólido, com melodias excelentes e as letras com a sagacidade habituais. Talvez precise do muitas vezes referido álbum ao vivo (onde todas as músicas são tocadas acústicamente) para converter definitivamente os incrédulos.

E ainda quero ouvir o shane MacGowan a cantar a Too Drunk To Dream.

Posted Quarta-feira, 31 Dezembro 2008 by Silva in Musica

Tagged with

%d bloggers like this: