Archive for the ‘Maps’ Tag

TOP DA DÉCADA: 24 – 11

E já estamos a chegar ao fim do ano, e a entrar no Top 10… De novo, por ordem alfabética. Amanhã, são colocados os 10 melhores, e dia 31, umas horas antes da meia noite e umas depois da apresentação do álbum do ano, vai para o ar o post que apresenta o álbum da década.

Arcade Fire
Neon Bible
2007

The Bristols
Tune In With
2001

Deerhunter
Microcastle/Weird Era Cont.
2008

Explosions in the Sky
All of a Sudden I Miss Everyone
2007

Interpol
Turn On The Bright Lights
2002

Justice
Croix
2007

Maps
We Can Create
2007

M83
Saturdays = Youth
2008

Nine Inch Nails
Year Zero
2007

Röyksopp
Junior
2009

Sigur Rós
Með suð I eyrum við spilum endalaust
2008

Super Furry Animals
Dark Days – Light Years
2009

The Horrors
Primary Colours
2009

The Knife
Silent Shout
2006

Anúncios

TOP 2009: 50 – 26

Começa aqui o top de 2009 (um bom mês depois de quase toda a gente ter feito o seu, mas pronto), com a metade de baixo. Assim sendo, sem qualquer ordem…

  • Yo La Tengo – Popular Songs
  • Scarlet Youth – Breaking The Patterns
  • Lacrosse – Bandages for the Heart
  • Hockey – Mind Chaos
  • A Sunny Day In Glasgow – Ashes Grammar
  • Fever Ray – Fever Ray
  • The Herbaliser Band – Session 2
  • Doll and the Kicks – Doll and the Kicks
  • 800Beloved – Bouquet
  • Le Corbeau – Evening Chill / Montreal Of The Mind
  • Phoenix – Wolfgang Amadeus Phoenix
  • The Raveonettes – In and Out of Control
  • The Whitest Boy Alive – Rules
  • Robin Guthrie – Carousel
  • Vivian Girls – Everything Goes Wrong
  • Dinosaur Jr. – Farm
  • Maps – Turning The Mind
  • Asobi Seksu – Hush
  • Squarepusher – Solo Electric Bass 1
  • Lou Barlow – Goodnight Unknown
  • The Twilight Sad – Forget The Night Ahead
  • Girls – Girls
  • Washed Out – High Times
  • HEALTH – GET COLOR
  • Don Deacon – Bromst

Até ao Natal são apresentados os restantes: entre a 25ª e a 11ª posição, entre o 10º e o 4º, e o top 3. O vencedor, a escolher entre esses três, irá ser anunciado no final do ano, juntamente com o álbum da década.

You can’t change this way of life

Maps – I Dream of Crystal
(Turning The Mind, 2009)

http://www.fileden.com/files/2009/1/7/2256039/0018.mip

_

Talvez a que é a stand-out track desta sequela de We Can Create, para mim um dos melhores álbuns de 2007, I Dream of Crystal acaba por ser a que revela mais parecenças com o álbum anterior de James Chapman (e talvez por isso, o destaque actual no MySpace da banda), e vai ser o single que acompanha o lançamento do álbum. Apesar de partir bastante de trás na corrida ao álbum do ano, ainda poderá recuperar alguns lugares e destacar-se do pelotão.

Posted Sexta-feira, 21 Agosto 2009 by Silva in Single

Tagged with

Álbuns para 2009

Depois de em 2008 ter sido preciso esperar por Abril para escrever o post com o mesmo propósito, desta vez aparece ainda nas primeiras semanas de 2009. Além de alguns especulativos, este post foca-se na primeira metade do ano – em Junho faz-se um novo.

Leia o resto deste artigo »

Take what you choose to leave behind you


It Will Find You – Maps (We Can Create, 2007)

Há que dizer, nem sabia que esta tinha video. Vamos todos dar graças ao VH1 Chillout Zone, apesar de para eles a mítica Ventolin ser “chillout”.

Freak out, more like it.

Posted Quinta-feira, 7 Agosto 2008 by Silva in Videoclip

Tagged with

You’re only free to buy the things you can’t afford

Compras Julho

Assim diz o Bobby Gillespie na Beautiful Future

Leia o resto deste artigo »

Posted Domingo, 3 Agosto 2008 by Silva in Compras, Musica

Tagged with , , , , , , , , ,

Look at the sky…

Depois do sucesso que foi a primeira mixtape de shoegaze, originalmente criada para a Hora do Bolo da Radar FM (se não estivesse sempre com a inbox cheia), do alto da minha desocupação, aqui fica o segundo volume, a quem dei o nome de Look At The Sky…

Quem espera mais uma compilação com os My Bloody Valentine, Slowdive, Ride, Asobi Seksu e afins pode antes rumar à compilação anterior (que nem me lembro de ter escrito sobre ela aqui), tirando a última faixa (que incluí muito por culpa do nome, que fica a matar) é tudo bandas que ainda não tinham sido destacadas. Entre o Shoegaze, newgaze, twee, noise e sons inspirados, é cerca de uma hora de música que vai desde 1992 até este ano, com muito destaque para o que mais recente se fez no género.

A PLAYLIST

  1. A Place To Bury Strangers – To Fix the Gash In Your Head (ST, 2007)
  2. Curve – Horror Head (Doppelganger, 1992)
  3. The Pains Of Being Pure At Heart – The Pains Of Being Pure At Heart (EP, 2007)
  4. Maps – So Low So High (We Can Create, 2007)
  5. The Depreciation Guild – Sky Ghosts (In Her Gentle Jaws, 2007)
  6. Cruyff In The Bedroom – Hakuchume (Saudargia, 2008)
  7. Astreal – Projektion (Fragments Of The Same Dead Star, 2008)
  8. Film School – He’s a DeepDeep Lake (Film School, 2006)
  9. Ambulance LTD – Yoga Means Union (LP , 2004)
  10. Ulrich Schnauss – Medusa (Goodbye, 2007)
  11. Resplandor – Breathe (Pleamar, 2008)
  12. Loveliescrushing – Valerian (Her Voice Honeyed) (Xuvetyn, 1996)
  13. Yo La Tengo – I Heard You Looking (Painful , 1993)

COMO OBTER

Como já me apagaram a conta no FileFreak e não quero que me apaguem o blog, digam qualquer coisa no MSN para vos passar o link. Pelo mail ali do canto não vale a pena que vou lá quando o rei faz anos.

CONSIDERAÇÕES TECNICAS

A compilação foi feita com base em ficheiros audio de diversas fontes, desde downloads legais, ilegais e de rips dos meus próprios CDs, por isso a qualidade varia muito entre os 128 kbps e os 192~256 kbps VBR.