Archive for the ‘Super Furry Animals’ Tag

TOP DA DÉCADA: 24 – 11

E já estamos a chegar ao fim do ano, e a entrar no Top 10… De novo, por ordem alfabética. Amanhã, são colocados os 10 melhores, e dia 31, umas horas antes da meia noite e umas depois da apresentação do álbum do ano, vai para o ar o post que apresenta o álbum da década.

Arcade Fire
Neon Bible
2007

The Bristols
Tune In With
2001

Deerhunter
Microcastle/Weird Era Cont.
2008

Explosions in the Sky
All of a Sudden I Miss Everyone
2007

Interpol
Turn On The Bright Lights
2002

Justice
Croix
2007

Maps
We Can Create
2007

M83
Saturdays = Youth
2008

Nine Inch Nails
Year Zero
2007

Röyksopp
Junior
2009

Sigur Rós
Með suð I eyrum við spilum endalaust
2008

Super Furry Animals
Dark Days – Light Years
2009

The Horrors
Primary Colours
2009

The Knife
Silent Shout
2006

Anúncios

TOP DA DÉCADA: 150 – 50

Depois de apresentar os melhores de 2009, chegamos agora à altura de apresentar os melhores da década. Estes estão por ordem alfabética, e de novo, não estão por qualquer ordem de preferência.

Assim, aqui estão os álbuns eles:

Leia o resto deste artigo »

DISCOS 2009: TOP 3

E aqui estão os três álbuns do ano, de novo sem qualquer ordem:

The Horrors – Primary Colours
A surpresa do ano. Depois de um primeiro álbum banal, a banda de Southend juntou-se a Geoff Barrow (Portishead), e os primeiros resultados começaram a surgir em Sea Within a Sea, uma composição de quase 8 minutos de rock psicadélico experimental. Era Março, e estava lançada a espera para o lançamento do álbum em Abril – e numa coisa rara, as expectativas elevadíssimas não foram defraudadas com o álbum.
As comparações com os MBV não tardaram, mas acabam por ser muito redutoras em relação ao som da banda. Sim, existe uma certa reverência à banda, mas Primary Colours é mais que um regresso aos tempos do chamado “Slowdriveride” – vale por toda uma mistura de influências, com uma produção brilhante, e há que admitir, o efeito surpresa.

Röyksopp – Junior

Após terem entrado de rompante em 2001, os Röyksopp passaram por fases menos boas – incluindo a sobre-exposição de Melody A.M. até ao inferior The Understanding. Chegamos a 2009, e o duo de Bergan volta a aparecer com colaborações de peso (Robyn, Karin Dreijer e Lykke Li, entre outros) e música a acompanhar. O álbum mais energético da banda até agora, Junior é um álbum pop brilhante, destacando-se os singles Happy Up Here e This Must Be It, bem como a épica Röyksopp Forever.
O álbum terá companhia – Senior, a lançar em 2010 (depois dos rumores que indicavam o final de 2009 como data provável), será mais aproximado do downtempo que caracterizou os primordios da banda. Estará escolhido o melhor álbum de 2010 quando ainda faltam alguns dias para ele começar ?

Super Furry Animals – Dark Days / Light Years
Depois de entrar no top de 2008 com o projecto Neon Neon, Gruff Rhys entra de novo no top, desta vez com os Super Furry Animals. Com uma carreira que já vai com quase 20 anos, os SFA nunca perderam a sua identidade, e com DD/LY voltaram a ser aclamados como uma das melhores bandas britânicas, e com uma consistência que faz ver a outras bandas galesas (>cof<Manicstreetpreachers>cof<).Os temas do álbum variam entre a crise, o best-of do Neil Diamond a ser tocado durante um bombardeamento, a inauguração de uma linha de eléctrico numa cidade idílica da Europa Central (incluindo uma contribuição vocal de Nick McCarthy dos Franz Ferdinand) e o propósito do queixo.

O álbum do ano, um destes três, vai ser anunciado dia 31. No próximo domingo, começam as listas para álbum da década.

Posted Sexta-feira, 25 Dezembro 2009 by Silva in Musica

Tagged with , ,

We have reduced emissions by 75 percent. Trams.

Super Furry Animals – Inaugural Trams

Dark Days / Light Years, 2009

_

É o “single” grátis de estreia do novo álbum dos “felpudos”, que conta com a presença de Nick McCarthy dos Franz Ferdinand a dar um toque Kraftwerkiano à coisa. E sim, é uma música com um ambiente muito Krautrock sobre a inauguração de uma linha de eléctrico.

Posted Quarta-feira, 18 Março 2009 by Silva in Single

Tagged with

Música para Gente com Falta de Tempo

Blá blá blá, vida moderna blá blá, falta de tempo, etc. Para poupar tempo a toda a gente, vamos directos ao assunto: Na minha senda de playlists, em vez de apresentar a 4ª mixtape de Shoegaze e afins, desta vez apresento um novo projecto: Música para Gente com Falta de Tempo.

O conceito é muito simples: todas as músicas têm NO MÁXIMO dois minutos e meio, e são mesmo músicas, não intros e passagens. Isto permite que possam ser colocadas no leitor de mp3 (em random, até porque não me preocupei em numerar as músicas – é irrelevante) e serem ouvidas sem ser preciso andar atrás do skip. Tem variedade qb, por isso não deverá ser muito aborrecido…

Por isso, aqui está o primeiro volume, que contem (por ordem alfabética)…

  • A Certain Ratio – Skunk
  • Asobi Seksu – Umi De No Jiatsu
  • Bob Dylan – Subterranean Homesick Blues
  • Cat Power – Islands
  • Christ. – Sunart
  • Datarock – Bulldozer
  • Fabienne Delsol – That’s The Way To Do It
  • Isaac Hayes – Shaft’s Cab Ride
  • Kevin Shields – Are You Awake?
  • Love Spirals Downwards – Love’s Labour’s Lost
  • My Bloody Valentine – Lovelee Sweet Darlene
  • No Age – Miner
  • Ratatat – Gipsy Threat
  • Sebadoh – God Told Me
  • Super Furry Animals – The International Language of Screaming
  • The Chameleons – Silence, Sea and the Sky
  • The Jesus and Mary Chain – Taste of Cindy
  • The Kills – U.R.A. Fever
  • The Long Division – Neighbors
  • The Smiths – Vicar in a Tutu
  • To My Boy – Outerregions
  • Vivian Girls – I Believe in Nothing

Como é óbvio, não vou meter o link, mas de certeza que algum anjo da guarda o irá fazer.

O volume dois, irá ser postado na sexta. o três, domingo. ou qualquer coisa para essa altura.

Compras Agosto-Dezembro

Já não faço um post destes há bastante tempo, mas por um bom motivo – desde finais de Agosto que me comecei a concentrar na guitarra em vez dos discos de plástico encomendados da Amazon. Mesmo assim, isso não quer dizer que tenha parado – apenas abrandado. Por isso, antes de fazer o balanço anual de compras aqui ficam as coisas que comprei desde princípios de Agosto (altura do último post) até ontem, com a tradicional compra de dia 31.

Leia o resto deste artigo »