Archive for the ‘QuatroTrêsTrês’ Category

433: Mais um hiato futebolístico

Após a secção “A Semana Em Jornal” ter sido suspensa, agora é a vez do 433 ter a mesma sorte. Já vai bastante tempo sem um post de jeito, e entre meter mais um “A Não Edição” e dar um final digno, prefiro isto.

São vários os motivos: já não sei qual foi a última vez que vi um jogo de bola com algum interesse, estou absolutamente farto de bola e quando o ladrão de pneus apanha uma pneumonia e não dá vontade de escrever o que seja, é porque de facto, mais vale acabar com isso. E não fossem os post já programados, e isto ia tudo pelo ralo também.

No segundo melhor dia da história em termos de visitors.

Posted Sexta-feira, 20 Abril 2007 by Silva in Interlúdio, QuatroTrêsTrês

433, A Não Edição, 13 Abril 2007

… porque é Sexta, ainda não tenho nada escrito e não me consigo lembrar de nada sobre o Benfica, os pneus defeituosos  do Vieira e do Mantorras.

I gave in to my decadence

One slip, and down the hole we fall
It seems to take no time at all

Posted Sexta-feira, 13 Abril 2007 by Silva in QuatroTrêsTrês

433, XXXII Edição, 5 Abril 2007

Directamente em diferido da frente de combate

Leia o resto deste artigo »

Posted Quinta-feira, 5 Abril 2007 by Silva in QuatroTrêsTrês

433, XXXI Edição 28-03-2007

A versão “só para dizer que escrevi um 433 esta semana”

Leia o resto deste artigo »

Posted Quinta-feira, 29 Março 2007 by Silva in QuatroTrêsTrês

433, XXX Edição 21-03-2007

SEXO ESCALDANTE NA EDIÇÃO  DESTA SEMANA

Leia o resto deste artigo »

Posted Quarta-feira, 21 Março 2007 by Silva in QuatroTrêsTrês

433, XXIX Edição EXTRA

PORQUE HÁ COISAS QUE FICARAM POR DIZER

Jogo com revelação bombástica

 

O que diga-se, iria explicar muita coisa, da risca ao meio do Paulo Bento ao fascínio do Quaresma em enfiar bolas pelo meio das pernas de outros homens. E explica o contentamento dele em estar com a mão naquilo.

Supremo Tribunal prepara-se para acabar com o futebol

Agora devia ter aqui a The End dos Doors, mas aquilo nunca mais acaba e não ando a nadar em espaço.

Enquanto Seis Milhões esperam o final, embora não muito depressa, do Apito Dourado, o Supremo Tribunal de Justiça adiantou-se e já ditou o final do futebol em Portugal quando largou uma Bomba-B e decidiu que três alíneas do contrato colectivo de trabalho (aquela coisinha que cancela épocas inteiras nos Estados Unidos) são ilegais, entre as quais a das cláusulas de rescisão. Isto significa que quando um jogador amuar com o clube pode pagar os salários que iria receber até ao final do contrato e ir para outra por sua vontade.

O MIP obteve uma imagem de Nani quando soube do sucedido:

Estamos agora à espera de ver a renovação do contrato de Moutinho com o Sporting até 2210.

Posted Quinta-feira, 15 Março 2007 by Silva in QuatroTrêsTrês

433, XXIX Edição, 14-03-2007

Liga Bimini rumo à fase decisiva

Após cerca de seis meses onde isto era mais ou menos a brincar, principalmente no Gil Vicente onde a brincadeira teve mais ou menos os mesmos resultados que segurar uma bom*inha de Carnaval (sim, porque não quero ninguém a vir do Google à procura disso) , Março significa o mês onde quase tudo se decide.

O Sporting quebrou a sua fantástica série de resultados negativos ao derrotar o Estrela por 3-1, apesar de muita traulitada recebida e de um penalty por assinalar. Estou a fiar-me no que os Sportinguistas dizem, mas é só uma ocasião para dizer ao Jesualdo “ERA ASSIM TAMBÉM OH QUE RAIO”. Falando em Jesualdo, com o meio campo mais tapado por amarelos que um glorioso sovkhoz de trigo em plena Ucrânia , o Porto enfrentou o Marítimo com o árbitro preferido de todas as pessoas que não se conseguem decidir entre o Wrestling na SIC Radical e um jogo da Liga Bwana: João Ferreira. Tempo para outra música:

O Porto começou meio aos encontrões, com Ibson a lesionar-se com alguma gravidade logo nos minutos iniciais, e a ir para o estaleiro, forçando o amarelado Meireles a entrar. Mas um canto marcado por Marek Cech com Bruno Alves a ganhar de cabeça ao guardião da casa e Adriano a aparecer ao segundo poste, batendo os restantes 10 jogadores do Marítimo em cima da linha. Pouco após Renteria mostrar que é possível desperdiçar um golo quase feito, Raul Meireles aproveita a sua média distância para tabelar a bola em Milton do Ó e fazer o segundo, mostrando ser o grande especialista em golos às três tabelas do plantel. Outro grande especialista do plantel, Bruno Alves, sai lesionado na primeira parte, e caso não bastasse, Helton é atropelado por um Gregory apontado ao seu cotovelo, com João Ferreira a dizer que não foi nada de especial. Chega ao final da primeira parte, e na mente dos jogadores do Porto, do jogo.
Já que na segunda parte a equipa jogou a passo, e entre entradas a varrer, foras de jogo mal assinalados e um cartão amarelo aos 75 minutos, sofreu um golo quando Helton sai mal a um cruzamento, na confusão que se segue a bola é chutada para fora da área e Douglas chuta colocado para dentro da baliza. Pouco depois a batalha dos Barreiros acabava, com dois feridos e meio do lado do Porto. Comme d’habitude com o João Ferreira.

O Benfica derrotou o Leiria por 2-0 com golos de Simão, o novo líder da tabela de marcadores com a incrível soma de 10 e Petit, mantendo-se assim na perseguição ao Porto. Destaque para mais um sururu onde Katsouranis aparece envolvido.

Taça UEFA
O Benfica não conseguiu fazer melhor que marcar um golo na derrota por 2-1 em Paris, num jogo bastante apropriado a cardíacos já que após Luisão sair quando o resultado estava em 0-1 graças a um golo de Simão, o tal que se chama Luiz era bom ofereceu dois golos ao PSG e quase oferecia um terceiro e a partir daí seguiu-se um jogo com mais traulitada (o que mereceu elogios dos comentadores ao Graham “três amarelos” Poll). Seja como for, o Benfica ainda leva uma vantagem de certa forma confortável para Lisboa para a segunda mão. Embora haja algo que mereça o destaque de todos, as declarações de Fernando Santos no final do jogo: “Quando o Anderson passa para a direita da defesa é ele que toma a decisão no campo, por sua auto-recreação.“. Obrigado pela descrição. Agora vou dormir com a imagem do Anderson de mãozinha metida nos calções a mover a mão para cima e para baixo. OBRIGADINHO Ó SR. ENGENHEIRO.

Quanto ao Braga, após ter estado a perder por 0-2 a meio da segunda parte ainda conseguiu empatar o jogo, apenas para Robi Quim marcar o terceiro já nos minutos finais. Foi pena, como é pena ainda ter a Sporttv cortada. Ursos.

Ronaldo: “Brevemente vou tirar uma foto nu”
O grito histérico que se ouviu após este título ter aparecido foi dos milhares de jovens adolescentes fãs do extremo do Manchester United. Mas num mundo infestado por Ronaldos, a possibilidade deste ser o Ex Sr. Merche Romero era reduzida.
Brevemente vou tirar uma foto nu para pôr fim a toda a conversa sobre minha gordura“, disse Gordualdo, o avançado agora no AC Milan. O grito de horror que se ouviu em seguida foi da quase totalidade da raça humana.

Futebol Europeu
Porque não me lembro de um nome melhor agora.

Em jogo de marretas, o Real consentiu um empate nos minutos finais com Messi a sair como herói da partida ao apontar os três golos do Barcelona, que apesar do empate conseguiu alcançar o Sevilha na frente, que perdeu contra o Nástic. Nasty stuff. O Valência não fez muito melhor, e empatou com o Osasuna. No final disto tudo, quem saiu a rir? Atlético de Madrid, apesar de Costinha, colou-se a dois pontos do Real, e está agora na corrida do título também. Ainda a falar de marretas, a Bundesliga parece estar a ser afectada por um surto de alergia ao título, numa jornada onde o melhor classificado a vencer o jogo foram as equipas mais pequenas da Bundesliga, o Mainz e o Aachen, agora a meio da tabela.

Em Itália também era dia de derby, e após gordoaldo colocar o Milan em vantagem para gáudio dos adeptos Interestas, mas Júlio Cruz empatou o jogo, e Zlatan Ibrahimovic deu a estocada final no Milan, que agora está a 33 pontos da frente do campeonato. PORQUE É SÓ A PENALIZAÇÃO DE 8 PONTOS QUE OS IMPEDE DE LUTAR PELO TÍTULO. Quem se pode queixar da penalização (e daí, talvez não) é a Fiorentina, que com os 51 pontos que teria sem penalização estaria em terceiro.

Mourinho conseguiu mais um pequeno milagre, quando conseguiu evitar uma derrota que parecia certa ao intervalo frente ao Tottenham, com um golo de Kalou a quatro minutos do fim, numa altura em que o jogo do Tottenham resumia-se a mandar biqueiradas para o outro lado do campo. O Tony Soprano, treinador do Tottenham, já ouvia masé os ensinamentos do Danny Blanchflower, uma das maiores lendas do clube onde só por acaso até está:

Se nós temos a bola, eles não podem marcar

Excepto, claro, quando se é o Lee Dixon.

MIP Investigação: Descoberto o problema de Helton
Após a investigação do passado sombrio da Águia Vitória, o MIP fez mais uma perigosa investigação que levou aos locais mais sombrios do futebol Português, desde o Restaurante Sapo até ao túnel de acesso do Alvalade XXI. Desta vez, o tema é a quebra de forma de Helton, um guarda redes conhecido pela sua estabilidade. O mistério, no entanto, desta vez ficou resolvido com uma só foto:

Helton contraiu Brasilianis Calx Custos Febris, uma doença rara que afecta guarda-redes convocados para a selecção brasileira, transformando jogadores de qualidade em verdadeiros perus de Natal.

Quanto ao Moretto, não, esse é mesmo um grande frangueiro.

Bola oferece Alvalade XXI
O estádio do Sporting está à venda com o jornal A Bola desde segunda. Pelo menos, uma maquete, o que levou à subida repentina dos preços de tinta amarela, e numa escala menor, de azul ciano. Soares Franco já disse que “caso a iniciativa corra bem, podemos no futuro vender o estádio a sério assim“.

Posted Quarta-feira, 14 Março 2007 by Silva in QuatroTrêsTrês